Feldên o que???

10.12.2017

Feldenkrais não é nome de remédio, nem nome de uma terra distante, não é um novo carro alemão ou tampouco um xingamento em língua desconhecida e remota.

Segue uma tradução livre de uma das explicações dadas pelo próprio Moshe Feldenkrais sobre o Método.

É um pouco difícil de dizer em poucas palavras o que é o Método Feldenkrais porque não é algo familiar. É como ter que explicar qual o gosto de uma manga. Ao menos que você prove não saberá qual é o gosto. Não importa quão claramente você o descreva. Portanto, o Método Feldenkrais é algo para se experimentar e não pra se falar a respeito. Mas, é claro, às vezes não temos outra maneira de explicar a não ser falando. Então, nós damos pistas do que é. É um método que lida com a habilidade de desenvolvermos nossa consciência perceptiva. Ou seja, percebermos COMO fazemos tudo o que fazemos em nosso dia-a-dia desde respirar, caminhar, correr, sentar e levantar, qual o sapato que calçamos primeiro todas as manhãs e etc. A maioria das coisas que fazemos não paramos para perceber como as fazemos. Por exemplo, se você tiver uma pedra no rim perceberá sua existência apenas quando a pedra começar a se mover porque seu movimento causa dor. Mas levou muitos anos pra pedra se tornar uma pedra mas você não a sentia. Você não tinha a consciência perceptiva de que este processo estava acontecendo. A mesma coisa com dor de dente. Quando você se dá conta de que tem algo de errado com o dente, já tem um buraco lá que precisa ser preenchido. A consciência perceptiva precisa ser aprofundada, ampliada e clarificada. Nós temos duas modalidades no método. Uma individual, não-verbal, na qual o profissional conduz a prática com as mãos. Através do toque o profissional procura descobrir com suas mãos o que esta pessoa precisa naquele exato momento de sua vida. Transmite pelas mãos uma maneira dela se organizar melhor diante de seus problemas e questões.” (Moshe Feldenkrais) A outra modalidade é a prática em grupos que é conduzida verbalmente com a mesma finalidade: uma melhor organização dos padrões de movimento. O resultado é sentido pela pessoa através da sensação de que está mais fácil ficar de pé, caminhar, respirar, dançar, correr e tudo o mais que envolve o movimento.

 

 

 

 

Please reload

Destaques

A Qualidade do Fazer

01.12.2017

1/2
Please reload

Recentes
Please reload

Arquivo